quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Teste Gráfico de Gauge

terça-feira, 16 de outubro de 2012

GERÊNCIA DE PROJETOS EXIGE PERFIL DE LIDERANÇA



Gerência de projetos exige perfil de liderança

 

As áreas onde podem ser empregadas o gerente deste ramo são as mais diversas, como administração, construção civil, desenvolvimento de software, além de manutenção de equipamentos industriais e marketing.

Não há como especificar de quais cursos de graduação podem vir o gerente de projetos. A função é para quem tem capacidade de liderança e coordenação de pessoas, além de experiência no ramo. A profissão parece muito mais uma coroação por tempo de serviços prestados para quem iniciou a carreira no mercado como trainee e chegou a gerente sênior ou diretor. A vivência da realidade cotidiana no ramo habilita o profissional a estabelecer metas, tarefas a serem realizadas, alem de ter faro para detectar riscos e possíveis prejuízos nos empreendimentos.

Definida a função do profissional, fica mais claro entender o que é um projeto. De acordo com os especialistas do setor, para receber o conceito, o trabalho deve atender a pelo menos quatro critérios básicos: ser temporário, único, fruto de um processo criativo e gerar processo ou produto. As áreas onde podem ser empregadas o gerente deste ramo são as mais diversas, como administração, construção civil, desenvolvimento de software, além de manutenção de equipamentos industriais e marketing. O gerente de consultoria empresarial do escritório paulista da Delloite Consultoria, Ronaldo Tanu, observa que a qualificação é fundamental para quem quer apostar na carreira.

Fluência em pelo menos dois idiomas não é mais que obrigação, buscar alternativas de melhor qualificação, como MBA´s, além de mestrados e doutorados também conta pontos no currículo. A profissão também é caracterizada pela alta frequência de free-lancer; ou seja, aquele profissional sem vínculo empregatício, mas que trabalha por determinado período para as empresas. As grandes corporações investem pesado no treinamento dos profissionais, através de universidades corporativas, educação à distância ou parcerias com instituições do setor educacional. A Delloite, por exemplo, faz ponte com a FGV (Fundação Getúlio Vargas) para tornar seus colaboradores mais especializados.

Em Salvador, um ramo que parece ter avançado bastante nos últimos anos, em matéria de mercado de trabalho para gerentes de projeto é o setor de tecnologia da informação. Guy Júnior exerce o cargo na Útil Comunicação, uma empresa produtora de home pages. Ele conta que uma das suas principais atribuições é chegar até o cliente, checar as necessidades, e desenvolver o projeto do site a partir da demanda. A partir daí, entra em ação a equipe, que vai produzir a página gráfica sob a sua orientação. A faixa salarial dos gerentes de projetos é bastante variável, mas a maioria dos profissionais que exerce a função recebe salários de altos executivos, dado o nível de especialização e a natureza confidencial dos empreendimentos.

[...]





Fonte: FGV-Online. GERENTE de projetos. [S.l.: s.n.].

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Redes Sociais no The Walking Dead

Boa Tarde Pessoal,

Pensando na situação atual de nossas principais Redes Sociais Virtuais, resolvi extravasar e fazer um comparativos das mesmas com o mundo do seriado The Walking Dead.



Confiram o Resultado!

Regards ;D


 



 



segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Palestra sobre Gerencimento de Projetos - UNIPAM - Patos de Minas

Bom Dia a todos...

Quero compartilhar com vocês mais uma experiência com palestras e coisas do gênero. Na última quinta-feira, 15 de Setembro de 2011, fui à UNIPAM, em Patos de Minas-MG, ministrar uma palestra sobre o Gerenciamento de projetos em equipes de desenvolvimento de software, assim como o panorama mercadológico das empresas desse gênero, especialmente na região de Uberlândia-MG. O coordenador do Curso de Sistemas de Informação, professor Sandro, pediu que eu relatasse minha experiência com o gerenciamento de projetos na empresa que trabalho: SANKHYA Gestão de Negócios, em Uberlândia.

A palestra correu de forma tranquila e a interatividade dos alunos para com o tema foi surpreendente. Assim como foi citado na palestra, muitas vezes lemos sobre técnicas de Gerencimento de Projetos, como caso do Scrum, e não acreditamos que isso possa funcionar realmente na prática; apenas vivenciando essas experiências e ouvindo relatos de quem já usou podemos ter uma idéia de como metodologias como essas podem otimizar exponencialmente nosso trabalho.

Enfim, gostaria de agradecer a receptividade da equipe acadêmica da UNIPAM, assim como o interesse dos alunos pelo assunto da Palestra.

Agradeço também à Sankhya e à ULBRA pela contribuição com o conteúdo e apoio de formas diversas.

Os slides apresentados na Palestra se encontram no link: http://www.megaupload.com/?d=8OD0ETJT

Algumas fotos seguem abaixo.







Uma boa semana a todos!

Prof. Daniel Carrara
@dhcarrara

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Aula de POO 1 - 09/08/11

Bom dia a todos,

Resolvi postar sobre a aula de POO 1 pois achei-a interessante de digna de ser compartilhada. (Link para os Slides: http://www.megaupload.com/?d=1P4977JS)

Ontem, dia 09/08, ministrei uma aula para o curso de Sistemas de informação do ILES/ULBRA de POO 1 (Programação Orientada a Objetos). Os tópicos abordados foram: continuação do conteúdo de Encapsulamento, Níveis de Acesso: public, private e protected; mensagens e métodos, conceitos de abstração, classes, herança e herança múltipla, além de alguns exemplos de codificação em Java.

Os alunos do 3º período estavam bem integrados com o conteúdo da disciplina e participaram assíduamente da aula com perguntas e sugestões.

Espero que tenha atingido o objetivo de apresentar aos alunos esses conceitos e proporcionar o aprendizado sobre eles.

Tenham um bom dia a Todos.

Abraços

Prof. Daniel Carrara

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Por que as coisas têm que ser assim?

Não sou filófoso, nem alguém com tanto conhecimento da ciência da mente, mas sou alguém que sente, que questiona e que percebe em um blog da internet, que pode ser lido por alguém ou não, uma oportunidade de expressar tais coisas. Estou escrevendo essas palavras hoje porque minha cabeça está à mil. Tantas coisas aconteceram ou deixaram de acontecer nesses últimos dias que carrego em minha mente e coração mais que vestígios dos fatos, mas ainda estão presentes e são como espinhos na carne, machucando, ferindo, incomodando e insistentemente dizendo que estão ali, que não foram fatos pequenos, corriqueiros, mas que foram e são situações dignas que um post como esse. Ontem recebi uma notícia de um familiar de um amigo que está doente, e esse amigo ficara muito abalado com a notícia; olhando para como ele ficou, meu lado altruísta gritou e me fiz pensar: "E se fosse comigo?" e hoje, com mais calma, posso pensar de forma mais ampla: "O que temos feito de nossas vidas?" Sabe, já ouvi muita balela em vários lugares pelos quais passei. Cada um acredita no que quer, e em quem quer mas eu hoje acredito que nosso futuro a nós pertence. Somos eternamente responsáveis pelos nossos atos, por nossas escolhas e por aquilo que fazemos hoje. Além do mais, tudo o que vivemos hoje parecerá sem importância no futuro ou importante demais para ser esquecido, pois na vida tudo passa, tanto as coisas boas, quanto as ruins. Só as lembranças são eternizadas.
Por isso, ame pra valer. Goste, chore, xingue, se expresse, não tenha medo de ser o que você é, do jeito que você é, pois a vida é pequena demais para ser vivida para os outros, em função dos outros. Viva em função de você mesmo, em busca de seu bem estar. Diga a quem você ama que você ama pra valer. Mesmo que isso não seja recíproco, ou na mesma intensidade, mas sua parte será feita, seu sentimento será comunicado e expressado. Enfim, o conselho que dou pra quem estiver lendo, mas antes, dou a mim mesmo é: VIVA a vida!

Abraços, e não se importem se o texto está com erros de concordância ou de redação, é apenas uma forma sucinta de expressar fragmentos de pensamentos.

Daniel Carrara
06.07.11

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Internet ajuda na escolha de deputado; conheça sites de serviços

Internet ajuda na escolha de deputado; conheça sites de serviços

Recebi por e-mail de: Gilmar Morais
24/09/2010 19:00

Questionários que cruzam ideias e expectativas do eleitor com informações dos candidatos são a maior inovação da internet em 2010. No entanto, o Datafolha indica que a rede ainda tem pouca importância na definição do voto.
A multiplicação de páginas na internet com informações sobre os candidatos a deputado federal é uma das novidades da eleição deste ano. São páginas que associam as posições do eleitor a dos candidatos, que analisam a vida pregressa dos postulantes ou informam sobre o papel da Câmara dos Deputados.
Tudo para ajudar o eleitor a escolher um nome entre os 6 mil que buscam as 513 vagas da Câmara dos Deputados. Segundo o Instituto Datafolha, a menos de um mês do pleito, 66% dos eleitores dos oito estados pesquisados ainda não tinha definido o voto para deputado federal.
A maior inovação dessas eleições são os testes que relacionam as posições dos eleitores às ideias e ao comportamento dos candidatos. É o caso dos sites :
Repolítica (www.repolitica.com.br);
Extrato Parlamentar (www.extratoparlamentar.com.br);
Ficha Limpa http://www.fichalimpa.org.br/;
Divulga Candidatos http://divulgacand2010.tse.jus.br/divulgacand2010/jsp/index.jsp

Comportamento parlamentar
O Repolítica faz o cruzamento entre expectativas do eleitor com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da organização Transparência Brasil e a opinião dos internautas e da comunidade sobre os candidatos a deputado federal - sejam novatos na política ou os que concorrem à reeleição.
Daniel Veloso, um dos organizadores do site, explica que o objetivo é comparar todos os candidatos a partir dos mesmos quesitos. "Ninguém, por mais engajado que seja, consegue comparar tantos candidatos a partir de informações tão diferentes. Colocamos todos eles em uma base de dados só", disse.
Segundo ele, o resultado do teste pode ajudar o eleitor ao limitar o universo de candidatos potenciais. "O que a gente espera é que o eleitor veja um grupo de candidatos adequados ao seu perfil e, a partir disso, pesquise mais sobre cada um deles antes de definir o voto".
Votações nominais
Já o Extrato Parlamentar está voltado apenas para os candidatos que buscam a reeleição (são 420 deputados nessa situação) e está focado no comportamento do deputado nas votações nominais em Plenário. Ele cruza o voto dado pelo deputado à posição do eleitor sobre o tema, em busca dos que se posicionaram de maneira mais próxima à do eleitor.
O resultado do teste pode trazer surpresas. Uma pessoa que se considere de esquerda, por exemplo, pode ter deputados de direita no topo da afinidade. A cientista política Andréa Freitas, responsável pela base de dados do projeto, esclarece que isso ocorre porque o voto do parlamentar é fortemente influenciado pela orientação do partido e não reflete necessariamente a posição de cada um.
Isso pode explicar o fato de o deputado José Genoino ter ficado em nono no resultado do seu teste, realizado a pedido de um jornal. O deputado se declarou favorável a determinados projetos nos quais votou contra, seguindo o voto do partido.
"As coisas no Congresso se dividem, de forma geral, entre quem está no governo e quem não está. Assim, o voto de cada deputado pode retratar a posição em relação ao governo, não a postura mais sincera de cada um", disse Andréa. Um dos objetivos do Extrato Parlamentar, segundo ela, é aproximar o processo legislativo do eleitor e alertar para os interesses em jogo.
"É importante se dar conta das muitas variáveis que afetam o posicionamento do parlamentar, como o fato de ser governo ou oposição. O objetivo é tornar transparente como se processam as coisas dentro do Congresso", disse a cientista política.
De acordo com o consultor Rafael Lamardo, parceiro da cientista política no Extrato Parlamentar, o site já recebeu mais de 100 mil visitas e já foi visualizado por mais de um milhão de internautas desde que foi entrou no ar, em agosto deste ano. O Repolítica também registra mais de 100 mil acessos, segundo Daniel Veloso.

Reportagem - Carol Siqueira
Edição - Patricia Roedel